22 de dez de 2011

BiD - Bambas Dois - 2011


Considerando que o “Nó Na Orelha” que o Criolo deu nos fãs, crítica e mídia, não era nem um pouco esperado (até então ele se dedicava exclusivamente ao rap, da melhor qualidade, diga-se de passagem), podemos afirmar que “Bambas Dois” foi um dos álbuns mais aguardados do ano. Em meio a grandes lançamentos neste final de 2011, como é o caso do novo disco do Mundo Livre S/A, da banda Eddie, Wado, enfim, uma montanha de bons trabalhos lançados com curtíssimo espaço de tempo entre si, como se destacar? Quem trouxe a resposta, na prática, foi o músico, produtor e compositor, BiD, a cabeça idealizadora deste projeto ao lado de Gustah.




“Bambas Dois” foi lançado no dia 23 de outubro, após grande alarde em torno de quando seria finalmente o aguardado momento. Disponibilizado inteiramente na internet, porém sem download autorizado naquele momento, o livro-CD tem 14 faixas e mais de 80 páginas sobre o projeto desenvolvido entre Brasil e Jamaica. Ao fim do post, você também poderá baixar uma faixa bônus (dubmix de Felipe Wrechiski para “Only Jah Love”).

Esta jóia rara de se ver começa com “Music For All”, parceria de BiD e os dinossauros do reggae, The Heptones, uma ode à boa música e à diversidade cultural. A próxima música – “Little Johnny”, umas das três divulgadas antes do lançamento oficial - tem a participação de Chico César e Jah Marcus, expondo logo a vocação plural e swingada do álbum. A seguir, Queen Ifrica empresta seu vozeirão à “Hapiness Is All In Your Hands”, um rocksteady bem enraizado na ilha caribenha.

Kymani Marley, filho do rei, compete ainda mais autoridade e veracidade ao sangue rastafari do álbum – que foi gravado na ilha – numa das mais bonitas faixas, “Brasil (Little Sunday)” ao lado do mestre nordestino, Gonzaguinha. Tony Rebel e Siba se encontram na quinta canção, U-Roy encontra seu reggae roots com um suave xote safado, bem brasileiro na sexta, e Luiz Melodia e Anelis Assumpção cantam um reggae pra dançar colado na próxima.


Lehá Dodi” tem Oku Onuora e Karina Buhr à frente dos mics e “Something” (aquela mesmo dos Beatles) é a única não-autoral do CD e é apresentada pelos os consagrados músicos jamaicanos, Luciano e Ernest Ranglin. “World Cry (All Faya Mix)” e “Only Jah Love (Raggatu)”, décima e décima primeira faixas do álbum, respectivamente, são as outras duas que foram anteriormente liberadas pra download e já estavam aqui no Gramofone há bastante tempo. A outra colaboração de Queen Ifrica é na bem jazz, “Forever You Are” ao lado de Joey Altruda.




As duas últimas são as faixas-bônus, “Nyahbinghi (Medley)” e “Something Is Wrong”, que fecham em altíssimo astral e exalando energia positiva, este excelente trabalho que une o moderno ao antigo, o baião ao reggae, o dance hall ao maracatu, o arrasta-pé ao ska, em uma obra ousada, criativa e original que merece o máximo respeito e serve de inspiração para outros artistas que se arriscam na complicada missão de mesclar ritmos e culturas.

Baixaí, mano! Quem quiser comprar o CD-book pode clicar aqui para saber mais.
E aqui, a faixa bônus que não está no disco.
BiD - Only Jah Love (Felipe Wrechiski Dub Mix) [GRAMOFONE VIRTUAL] by gramofonevirtual


Mais um presentinho!
HAPPINESS IS ALL IN YOUR HANDS (Remix by Yellow-P) by Bambas2


Contato: Site
             Facebook
             Twitter
             SoundCloud

Nenhum comentário: